Decorreu em Lisboa (Torre do Tombo), nos dias 20 e 21 de Maio, o 8.º Encontro luso-espanhol de bibliotecas públicas, subordinado ao tema “Bibliotecas públicas: trabalhando em rede”. Estavam inscritos cerca de 250 participantes dos dois países.

No primeiro dia foi possível assistir a uma conferência do Subdirector de Propriedad Intelectual do Ministério da Cultura – Espanha, Pedro Colmenares, sobre Direitos de Autor e empréstimo pago nas Bibliotecas e em que foi moderador José António Calixto, da Biblioteca Pública de Évora, tema que se repetiu no dia seguinte numa conferência de Nuno Gonçalves, do Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais do Ministério da Cultura e neste caso moderada por José Manuel Cortês, Subdirector-Geral do Livro e das Bibliotecas. O tema devido à sua grande actualidade mereceu a atenção e o interesse de todos os bibliotecários presentes, pelas questões abordadas.

Ainda durante a manhã teve lugar um painel sobre Cooperação transfronteiriça, em que intervieram Maria Jesus Santiago Fernandez, Directora de la Biblioteca Pública del Estado en Cáceres, António Gomez, Director de la Biblioteca Pública del Estado en Huelva, António Vilela Bouça, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte e que foi moderado por Maria Antónia Carrato Mena, Subdirectora General de Coordinácion Bibliotecária. Os dois conferencistas espanhóis apresentaram as respectivas instituições e de seguida referiram algumas actividades levadas a cabo para divulgar a língua e a literatura portuguesa junto dos seus utilizadores, no caso de Cáceres e no caso de Huelva apresentaram algumas propostas de cooperação com as bibliotecas do Algarve e Baixo Alentejo. Quanto ao representante da CCDRN apresentou os projectos que têm sido apoiados por este organismo no âmbito da promoção do livro e da leitura nos últimos anos, sempre na perspectiva de melhorar as qualificações e competências da população da região. Referiu ainda que no âmbito do programa Interreg poderiam ser pensadas candidaturas conjuntas das bibliotecas públicas dos dois países que se situem nas regiões transfronteiriças.

Durante a tarde abordaram-se as questões das Redes de bibliotecas – estruturas e seu funcionamento num painel em que intervieram Jordi Permanyer, Director del Servicio de Bibliotecas de la Diputación de Barcelona, Isabel Blanco, Directora de la Red Municipal de Bibliotecas de A Coruña, Célia Heitor, Chefe da Divisão de Desenvolvimento de Serviços Bibliotecários da DGLB e foi moderado por Maria José Moura. Neste painel foi possível perceber como a diferente organização administrativa espanhola, assim como cada autonomia apoia diferentemente as suas bibliotecas públicas. De realçar na intervenção de Jordi Permanyer, as vantagens assinaladas no que se refere a uma gestão mais racional dos recursos humanos e sobretudo financeiros, com um trabalho em rede (neste caso da Diputación de Barcelona = 121 municípios) e que no caso de Isabel Blanco, trata-se de uma rede municipal. E que nos leva a questionar sobre o porquê de em Portugal termos tanto receio de avançar nesse sentido? A colega Célia Heitor por seu lado apresentou a Rede do Conhecimento das Bibliotecas Públicas.

O dia terminou com a apresentação por Rosa Domingues, Chefe da Divisão de Apoio à criação e instalação de Bibliotecas da DGLB e António Braga , também da DGLB, do Programa da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas: 20 anos depois.

No dia seguinte após a conferência sobre direitos de autor, teve lugar um painel sobre Bibliotecas Públicas e Bibliotecas Escolares, em que intervieram Cármen Monje, Directora de la Biblioteca Pública del Estado en Burgos, Ana Luísa Ramos, da Biblioteca Municipal Florbela Espanca de Matosinhos, Teresa Calçada, Coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares e que foi moderada Concha Vilariño, Jefe de Área de Coordinación y Cooperación Bibliotecária da Subdirección General de Coordinación Bibliotecária. Deste conjunto de apresentações foi possível perceber que apesar da diferente organização bibliotecária nos dois países ibéricos, há excelentes trabalhos e experiências em curso no que se refere à cooperação entre bibliotecas públicas e bibliotecas escolares e que os problemas são também comuns (recursos humanos…).

Durante a tarde o tema foi a Promoção da Leitura e em que intervieram Xose Areses, Subdirector adjunto de Promoción del Libro, de la Lectura e de las Letras Españolas, Isabel Alçada, Comissária do Plano Nacional de Leitura, Maria Carlos Loureiro, Directora dos Serviços do Livro da DGLB e o painel foi moderado por Paula Morão, Directora-Geral da DGLB e em que foram apresentados os diferentes projectos que estão a ser desenvolvidos nos dois países no sentido de promover o livro e a leitura.

Isabel Costa | Secretária Conselho Directivo Regional Norte BAD

Advertisements