As actividades dramáticas proporcionam a vivência de experiências que, por si só, são fundamentais para o crescimento individual e relação de grupo. O estímulo da auto-confiança, da capacidade criativa, da autonomia, da partilha, da aceitação da diversidade, da compreensão e tolerância dos pontos de vista dos outros estimulam processos saudáveis em termos de experiências das práticas dramáticas, incentivando a cooperação e o trabalho em grupo.

As experiências de aprendizagem que se esperam pela vivência das actividades dramáticas permitem desenvolver estratégias que proporcionam o gosto pelo jogo dramático e pelo teatro, potenciando o seu valor comunicativo. Os recursos expressivos corporais: voz, gesto e movimento, enquanto instrumentos de expressão, de comunicação, de jogo e de criação, traduzem a Expressão Dramática em espaço de criação, proporcionando o cruzamento de diferentes mundos culturais e linguísticos, adaptando ideias, sentimentos, temores e esperanças em acções representáveis, através da linguagem verbal e não verbal.

Carla Pires Antunes | Professora auxiliar, Universidade do Minho | formadora da acção Expressão Dramática / Teatro