No próximo dia 18 de Dezembro, pelas 15,00 horas, vai realizar-se, no Museu Nogueira da Silva – Universidade do Minho, Avenida Central, n.º 61, em Braga, a cerimónia da entrega do Prémio Victor de Sá de História Contemporânea, para 2008, atribuído ao Doutor José Manuel Viegas Neves, pela obra “Comunismo e Nacionalismo em Portugal – Política, Cultura e História no Século XX”. O Prémio, cuja 17.ª edição se realizou este ano, com a participação de 21 concorrentes, foi instituído em 1991, pela Universidade do Minho, através do seu Conselho Cultural, com base numa doação do Prof. Doutor Victor de Sá. Na edição deste ano do Prémio foram também atribuídas três Menções Honrosas, à Dr.ª Rita Alexandra Borda de Água Mendonça Leite, pela obra “Representações do protestantismo na sociedade portuguesa contemporânea: da exclusão à liberdade de culto (1852-1911)”, à Dr.ª Sónia Isabel Vespeira de Almeida, pela obra “A ruralidade no processo de transição para a democracia em Portugal: campanhas de dinamização cultural e acção cívica do Movimento das Forças Armadas (1974-1975)” e ao Dr. Victor Baptista Varela de Barros, pela obra “As Ilhas como espaços de deportação e de prisão no Estado Novo”.

A elevada concorrência verificada demonstra o prestígio já alcançado por este Prémio, mas também a vitalidade da historiografia Portuguesa sobre a Época Contemporânea.
Na cerimónia, presidida pelo Reitor Professor Doutor António Guimarães Rodrigues, usarão da palavra a representante do júri, Doutora Maria Antonieta da Conceição Cruz, Professora Auxiliar da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e o vencedor do prémio. Ao acto público assistirão ainda as entidades que têm vindo a constituir o Fundo Mecenático de apoio ao Prémio, nomeadamente, o Governo Civil de Braga, a Fundação Cupertino de Miranda (Famalicão), a Fundação Engº António de Almeida (Porto) e as Câmaras Municipais de Braga, Guimarães e V. N. Famalicão.