21 de Abril | 18 horas
Museu Nogueira da Silva | Braga
org. Biblioteca Pública de Braga | entrada livre

Não é vulgar autores portugueses escreverem numa língua que não seja a sua, mas por vezes tal situação acontece, como é o caso de “Retour à Lisbonne” de Carlos K. Debrito, escrito originalmente em francês.
O autor é natural de Braga, onde nasceu em 1952 e frequentou o Liceu Sá de Miranda. É licenciado pela Faculdade de Medicina de Lisboa, exerceu a sua profissão no Hospital Júlio de Matos entre 1984 e 1989, sendo actualmente médico psiquiatra dos hospitais, em França e vivendo em Paris.
É autor de vários ensaios publicados em Portugal pela Antígona e prefaciou diferentes obras políticas e literárias. Colabora regularmente com revistas científicas da sua especialidade, em Portugal (“Revista de Psiquiatria”) e em França (“L’Information Psychiatrique”).
“Retour à Lisbonne” é o primeiro romance de Carlos K. de Brito, editado em finais de 2008 por Ed. L’Harmattan, de Paris, de que apresentamos uma sinopse:
“De passagem por Lisboa, Xavier Martins revê, ao longo de um trajecto cuidadosamente escolhido, o seu passado. Tendo nascido na capital portuguesa bem antes de Abril de 1974, obrigado a exilar-se por causa do regime totalitário da época, revisita esta cidade que um dia foi a sua, com um olhar crítico e um coração sempre lusitano.
Xavier Martins mergulha rapidamente nas suas recordações mais íntimas. Uma viagem interior, uma ida e voltra, que nos conduz singularmente, através das de Lisboa, a Bruxelas e a Paris.
“Retour à Lisbonne” constitui uma verdadeira deambulação europeia, uma especial procura de identidade. A descrição de cada passo é assim acompanhada pela reflexão intelectual e, sobretudo, pela dimensão afectiva que daí resulta.

O espaço Destaque da BPB é desta vez dedicado a Corin Tellado, prolífica autora espanhola de novelas sentimentais recentemente falecida, autora de 4 mil títulos e que vendeu 400 milhões de exemplares, sendo muito popular em Portugal entre 1950 e 1970, onde foi largamente editada pela Agência Portuguesa de Revistas e bastante lida nesta biblioteca, que possui dezenas de livros seus.