As crises das Monarquia e a afirmação económica e social do noroeste

O Clube Unesco da Cidade do Porto, em parceria com o Pelouro do Conhecimento e da Coesão Social da CMP, vai organizar um ciclo de catorze conferências na Casa do Infante, de Janeiro de 2010 a Fevereiro 2011, subordinado ao título “A projecção internacional do Porto nos séculos XV e XVI”. Esta iniciativa visa analisar o desenvolvimento económico e social da cidade e sua região, durante a Idade Média e no período dos Descobrimentos.

As apresentações estarão a cargo de diversos especialistas, que vão abordar temas como o nascimento da Dinastia de Avis, a vocação atlântica das gentes do noroeste, o contexto político internacional, as relações entre a monarquia e o poder local, a dimensão cultural do Porto, o olhar do outro sobre a união dinástica de Portugal-Espanha, etc.

As conferências realizam-se no Auditório da Casa do Infante, às sextas-feiras e com um ritmo aproximado de duas por mês. A primeira conferência, a cargo do Prof. Doutor Luís Miguel Duarte, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, tem lugar já na próxima sexta-feira, dia 29 de Janeiro de 2010, pelas 21,30h. A entrada é gratuita e aberta ao público em geral. Os sócios do Clube Unesco dispõem ainda de um programa complementar, de visitas guiadas a diversos locais relacionados com os temas de cada conferência.

O Clube Unesco da Cidade do Porto tem já anteriormente colaborado com o Departamento Municipal de Arquivos, noutras iniciativas em torno de problemáticas citadinas: a integração de jovens nas escavações arqueológicas no Castelo da Foz “ (c. 1990); ciclo de conferências “De Portucale a Portugal-O nascimento de um País” (2007); jogo da “Caça ao Tesouro” para estudantes estrangeiros, que esquadrinharam diversos locais históricos da Cidade, até chegar à Casa do Infante (2008, etc.)

As iniciativas do Clube Unesco da Cidade do Porto assentam em dois vectores essenciais: a promoção da prática da Cidadania e o desenvolvimento da Cooperação Internacional. A actividade dos Clubes Unesco, espalhados pelos cinco continentes (na Europa estão difundidos em 29 países) enquadra-se num contexto mais alargado de prossecução dos valores e ideais da Unesco, de construção da Paz e de uma Cultura de Paz, através da ciência, educação e cultura.

Anúncios