A Casa do Infante inaugura amanhã, pelas 21h00, a exposição Itinerários da Memória – Escravatura e Tráfico Negreiro na África de Língua Portuguesa”.

 Esta mostra, promovida pelo Clube Unesco Cidade do Porto e pelo Departamento Municipal de Arquivos, pretende alertar e divulgar um fenómeno dramático, centrado no Atlântico, que durante vários séculos marcou a história da África, das Américas e da Europa, deixando vestígios significativos nas vidas das populações destes três continentes. Fenómeno histórico, o seu conhecimento é tanto mais importante quanto os processos de “coisificação” dos homens, sobretudo das mulheres e das crianças, que continuam – naturalmente em contextos e situações muito diferentes – a marcar o mundo de hoje.

Este flagelo, que marcou vidas passadas, continua ainda hoje viva na memória do HOMEM.

Esta exposição estará patente na Casa do Infante até ao dia 6 de Março.

A entrada é livre dentro do seguinte horário:

Segunda-feira a Sexta-feira (10:00h às 17:00h)

Após a inauguração da exposição, pelas 21:30h, o Auditório da Casa do Infante, será palco, de uma conferência intitulada “O projecto do Museu das Descobertas na cidade do Porto”. Esta conferência insere-se no ciclo de 14 conferências, levadas a cabo pelo Clube Unesco Cidade do Porto e o Pelouro do Conhecimento e Coesão social da Câmara Municipal do Porto intitulado A Projecção Internacional do Porto nos Séculos XV – XVI: As Crises da Monarquia e afirmação económica e social do Noroeste.

 Participe!!

Anúncios