A VI Feira do Livro da Maia, numa organização da Câmara Municipal da Maia, através da Biblioteca Municipal, decorre desde o dia 2 até o dia 11 de Julho na Praça do Doutor José Vieira de Carvalho (Frente à Câmara Municipal).

A Feira do Livro, que está a decorrer no horário: Segunda a Quinta: 16.00h -24.00h | Sexta, Sábado, Domingo e Feriado Municipal: 15.00h-01.00h, já recebeu nesta edição autores como João Tordo, João Pedro Mésseder, Richard Zimler, assim como várias apresentações mas ainda vai apresentar :

8– SEXTA

16.30h – Encontro/apresentação – “Rosa e os feitiços do mar” de Manuela Ribeiro”Cantarolava Rosa, no seu ar feliz. Sorriso de alfazema num rosto pintalgado de sardas. Cabelo ruivo, preso por duas tranças longas e finas, atadas com laços de trapos. Olhos castanhos incendiados de luz. (…) A partir desse dia, Rosa, doente, desfaleceu num mundo de apatia. Depois da experiência da surdez, são os feitiços do mar que fazem regressar o canto e o sorriso ao rosto de Rosa.”

 21.30h – Espectáculo – “Bio quê!!! A Biodiversidade!”( Bica Teatro)A Rádio Natureza iniciou uma série de programas em directo por todo o Portugal. Olga Santos e Francisco Lopes, apresentadores da Rádio Natureza, promovem uma série de programas bem animados e dinâmicos em que reúnem música, conversas, telefonemas, anúncios e entrevistas em directo. Todos os ouvintes são convidados a participar! O tema desta semana é a Biodiversidade!   

9 – SÁBADO

17.00h – Encontro/ Apresentação – “O livro da avó” de Luís Silva“O Livro da Avó” resgata memórias de ternura: das festas com coca-cola, das brincadeiras com os primos, dos passeios e da varanda com o mar como horizonte… Grande, velhinha e enrugada como a maioria das avós. E quando já somos grandes e nos lembramos percebemos a falta que nos fazem…!

EXTRA:

18.00h – 21.00h – Acção de captação de novos talentos culturais, pela agência Models Way, com a presença de Diogo Lemos (André dos Morangos com açúcar)Esta actividade pretende aferir o potencial talento para a representação e para a moda, duas importantes vertentes culturais, e encaminhar para formação especializada com a vista à entrada neste mercado de trabalho. O Actor Diogo Lemos estará disponível para autografar os livros da famosa série de televisão “Morangos com açúcar”.   

 21.30h – Espectáculo – “Ao Mínimo Absurdo” (Pé no charco)Num comboio mágico que percorre mundos, meninos que rompem a lua à pedrada, leões com dentaduras postiças, esqueletos que conversam no cemitério, um homem que perde a perna pelo caminho… são no total 22 histórias mínimas, brevíssimas pinceladas escritas com particular humor e inteligência, em que o quotidiano se torna absurdo e o absurdo se transforma em quotidiano. 

10 – DOMINGO

19.00h – Espectáculo – “A Floresta encantada” (Teatro de fantoches e jogos lúdico-didácticos)Neste teatro pretende-se sensibilizar as crianças para a importância das florestas, alertando-as para a necessidade de se proteger as nossas florestas. A Floresta encantada era muito bonita e cheia de árvores e plantas coloridas. Os animais cantavam alegres. Mas, certo dia, o Verdinho e a Rosa encontraram a floresta triste, cheia de lixo e as casas dos animais destruídas. As crianças vão descobrir o que aconteceu à Floresta encantada…

21.30h – Espectáculo – Instrumentos de Sopro (Conservatório de Música da Maia)O Conservatório de Música da Maia é uma Instituição Municipal, gerida pela Fundação Conservatório de Música da Maia, situada na Vila do Castelo da Maia. É uma Escola de Música modelar, dotada de autorização definitiva de funcionamento e de paralelismo pedagógico por parte do Ministério da Educação. 

11 – SEGUNDA (FERIADO MUNICIPAL)

21.30h – Espectáculo –  Xavier | Caça-palavras (Teatro do Frio)A vida do Xavier é feita de imprevistos e soluções. Um salvamento, 3 recuerdos, um grande sonho e a cesta de senhora devidamente sinalizada. | Há quem invente sanitas que se limpam sozinhas, cozinhe couves, cenouras, alfaces e rabanetes, explore a floresta e observe os animais. Esses nós conhecemos. Depois há a espécie daqueles que não conhecemos e que exploram o mundo à sua maneira. Observam vazios cheios de palavras, coleccionam-nas, misturam-nas, cortam-nas, encolhem-nas, levam-nas a lume brando e inventam mundos que desconhecemos. Esses são seres de uma espécie especial, os caça-palavras… 

Visitem Feira do Livro da Maia!